Perguntas Frequentes

NATAÇÃO:

    1) A natação retarda o envelhecimento?
    Não exatamente. A natação, assim como qualquer exercício físico, retarda as consequências do envelhecimento, seja nos aspectos físicos ou psicológicos. Diversas pesquisas comprovam que uma pessoa que pratica exercícios com regularidade tem maior aptidão física do que outra, vinte anos mais nova, que seja sedentária.
    2) Praticar natação alarga os ombros?
    Este mito não é comprovado. O que se sabe é que o trabalho dos nados prioriza os músculos dorsais, o que pode dar a impressão visual de ombros largos. No entanto, a estrutura óssea não se altera com o exercício, somente a musculatura.
    3) Apesar de nadadores estarem sempre cercados por água, eles são vulneráveis à desidratação?
    Sim. A sensação de sede pode ser menos perceptível para os atletas de esportes aquáticos. No entanto, os riscos de desidratação são grandes se não houver uma reposição hídrica constante, especialmente durante o verão.

    HIDROGINÁSTICA:

    1) A hidroginástica é adequada para qualquer tipo de problema físico?
    Não. Cada caso deve ser avaliado individualmente, pois a água também pode propiciar efeitos fisiológicos negativos. Nos casos de insuficiência cardíaca, por exemplo, o coração não tem força suficiente para bombear o sangue que chega. E um dos efeitos da imersão é justamente o aumento da quantidade de sangue que chega ao órgão. Ou seja: nos casos de insuficiência cardíaca, a imersão da hidroginástica é contra-indicada.
    2) Esta é a atividade mais indicada para a osteoporose?
    Por muito tempo, a hidroginástica foi indicada para o combate à osteoporose. Atualmente, no entanto, já se comprovou que as atividades que envolvam impactos de sustentação do peso corporal são mais benéficas para os indivíduos que sofrem desse mal. A hidroginástica também envolve impactos de sustenção, mas certamente menores do que fora d´água.
    3) A maioria dos alunos de hidroginástica é de terceira idade?
    Não. Grande parte dos alunos de terceira idade que estão exercendo atividades físicas em academias costumam praticar também a hidroginástica. No entanto, a maioria das pessoas que aderem à modalidade não são da terceira idade.

    TREINAMENTO FUNCIONAL:

    1) No treinamento funcional também trabalhamos a força?
    A força também pode ser trabalhada de forma eficaz, com mais benefícios e resultados que a musculação tradicional. Podemos estimular as diferentes formas de força, seja ela explosiva, resistente e potente, assim como os vários tipos de contração muscular: excêntrica, concêntrica e isométrica.
    2) A modalidade contribui para a reabilitação de lesões?
    Sim. Assim como na hidroginástica e no Pilates, o treinamento funcional proporciona baixa carga e impacto quando comparado à musculação tradicional, contribuindo para a prevenção e reabilitação de lesões.
    3) É possível alcançar resultados semelhantes aos da musculação, com menor esforço?
    O treinamento funcional não promove a hipertrofia muscular. Caso esse seja seu objetivo principal, recomendamos a musculação tradicional. Como a maioria dos praticantes da modalidade é iniciante, é comum um ganho inicial de força e uma ligeira hipertrofia, algo comum entre pessoas que começam a se exercitar em qualquer esporte.

    PILATES:

    1) O Pilates favorece o emagrecimento?
    O Pilates não é uma atvividade aeróbica como corrida, natação, caminhada ou spinning, e tem como principais resultados a tonificação e modelamento do corpo. A intensidade e a quantidade de vezes que você se exercita em uma semana influenciam diretamente a quantidade que calorias queimadas. Por isso, quanto maior o grau e a frequência das aulas de Pilates, maiores as chances de obter emagrecimento. No entanto, se o seu objetivo principal é perder peso, comece com uma alimentação saudável, faça Pilates para ajudar a tonificar e modelar o corpo e pratique alguma atividade cardiovascular que, além de queimar gordura, irá fortalecer o seu coração e pulmão.
    2) A modalidade é exclusiva para mulheres?
    Quando um homem diz que pratica Pilates, pode sofrer preconceito por ser considerado um esporte adotado, em sua maioria, por mulheres. No entanto, nos últimos anos, a prática da modalidade vem aumentando expressivamente no universo masculino.
    O Pilates proporciona uma série de benefícios importantes para qualquer pessoa. Portanto, seja homem ou mulher, o importante é se manter saudável.